Os restaurantes do velho oeste americano tinham por hábito fornecer a refeição de forma gratuita aos clientes que comprassem bebidas. Obviamente muitos destes alimentos eram salgados para que o consumo de bebidas aumentasse ou então, as bebidas acabavam por ser mais caras. Daí origina a expressão: “Não existe almoço grátis!” (do original em inglês There ain’t no such thing as a free lunch)

“There ain’t no such thing as a free lunch”

Qual a ligação desta expressão com o seu projeto de empreendedorismo? Explicaremos…

A ideia central desta frase é que nada é completamente de graça. O universo é um sistema fechado onde não existem fontes “mágicas”. Tudo o que é gerado / criado / consumido tem um custo. Alguém acaba por pagar! Ou seja, para que um projeto de empreendedorismo seja possível de ocorrer e gerar retorno financeiro, alguém precisa de pagar por ele.

Tem-se a falsa ideia que é possível começar um negócio com zero investimento de recursos. E esta ideia não se sustenta. Mas veja que usamos a definição de recursos e não necessariamente dinheiro. Se o empreendedor está trabalhando “de graça” em seu projeto, de algum outro lugar precisa vir o dinheiro para cobrir as despesas pessoais do empreendedor. Ou seja, é preciso identificar quais os recursos necessários e qual o custo deles para começar um projeto de empreendedorismo! Isso quer dizer que mesmo que não esteja previsto colocar o dinheiro na empresa efetivamente, a disponibilização do tempo do empreendedor terá um custo que deverá ser pago de alguma maneira (reservas, salário de um emprego, empréstimos) até que a empresa possa ter um retorno financeiro efetivo. Eventualmente este custo não será somente dinheiro, será também em tempo de lazer, descanso ou família ou outros itens intangíveis e difíceis de mensurar.

Identificando todas as necessidades do seu projeto

Isso leva-nos à seguinte constatação: Para tirar um projeto de empreendedorismo do papel (ele precisa estar no papel!)  é preciso identificar e disponibilizar TODOS os recursos necessários, sejam eles humanos, ferramentas e, especialmente, o capital (dinheiro!).

Após identificar todas as necessidades do seu projeto é necessário efetivamente conseguir disponibilizar ao negócio estes recursos. Existem opções de financiamento para projetos de empreendedorismo mas mesmo estas opções irão exigir algum capital, seja para aporte inicial, garantia ou complemento ao valor total do investimento. Em última hipótese, o recurso à financiamentos bancários irá ter um custo de juros, taxas e taxinhas, que deverão ser pagos com o resultado do negócio.

Resumidamente: não existe almoço grátis! Prepare seu bolso (ou consiga outro bolso) para realizar o seu projeto de empreendedorismo.

Tem uma boa ideia ou o sonho de empreender em Portugal e precisa de ajuda para tirar do papel? Entre em contato conosco e veja como podemos ajuda-lo! Clique aqui e saiba mais.

Leave a Reply

Share via
Copy link
Powered by Social Snap